Victoria Falls

Amigos: devido a forte correria de final de ano, férias, alta temporada,etc...não foi possível atualizar o Blog porém agora voltamos com força total..... 

Segue breve texto publicado na revista Viajar pelo Mundo na edição de Janeiro.

Victoria Falls


“Quando David Livingstone viu Victoria Fall pela primeira vez, em 1855 durante sua expedição de 4 anos pelo Rio Zambezi, ele escreveu a seguinte frase em seu diário”


“uma vista tão bela quanto esta, os anjos em pleno voo devem ter admirado”




Ele próprio nomeou as cataratas com o nome da Rainha da Inglaterra, mas a população local ainda a chama de Mosi-ao-Tunya ou “A fumaça que troveja”.


Esse fantástico destino, a 1 hora de vôo de Johanesburgh, é parada obrigatória para aqueles que procuram mais que os tradicionais safáris ou praias no sul do continente africano. Essa jóia perdida em plena Savana Africana possui 1,7Km de extensão e 108 metros de altura e é considerada como uma das 7 maravilhas naturais do mundo. A vazão média é de um milhão de litros por segundo e multiplica-se por 10 nas estações chuvosas.




Zâmbia ou Zimbabwe ?

Ambas as cidades, Livingstone (Zâmbia) e Victoria Falls (Zimbabwe) servem como ponto de visitação deste espetáculo. Enquanto Livingstone é mais tradicional e voltada para parte histórica, pelo fato de David Livinsgtone ter ali vivído, Vic Falls é mais ativa, vibrante e talvez a melhor opção para os aventureiros. As cataratas podem ser visitadas durante o ano todo. Na estação das cheias o spray das cataratas pode ser visto e escutado a kilometros de distância. Será impossível não se molhar, mas manter a distância é aconselhável para evitar a força da água que impede a completa contemplação.


Na seca, o lado da Zâmbia fica praticamente sem água e é possível desfrutar a beleza das cataratas bem de perto.


Visitar as cataratas durante a lua cheia é imperdível. É possível ver o arco-íris no spray em plena noite. No lado da Zâmbia, durante a seca, conheça o Devil´s Pool, piscina natural no Rio Zambezi, que permite nadar muito próximo à queda d´água.


Recomendamos uma estadia entre 3 e 5 dias para desfrutar o melhor das cataratas. Entre as principais atividades estão: sobrevôo de helicóptero, rafting no Rio Zambezi, bungee jump, caminhada com os leões, safári montado em elefantes e muito mais.
Texto e fotos: Danilo Rondinelli

Botswana - A "verdadeira" África de seus sonhos

Bom, vamos começar do começo. O texto abaixo é a primeira postagem deste BLOG (espero que de muitas). Talvez vocês questionem porque resolvi escrever sobre Botswana logo no ínicio e a resposta é clara, o país realmente é especial. Faz anos que escuto falar deste pequeno país localizado no sul do continente africano.

Muitas vezes me questionaram, argumentaram e debateram dizendo que em se tratando de vida selvagem não havia nada parecido em todo continente. De certa forma duvidava,não acreditava que haveria lugares "melhores" que o Serengheti e Ongorongoro na Tânzania,Masai Mara no Kenya e o Etosha na Namíbia, mas como não conhecia Botswana então não havia nem meios para entrar no mérito da discussão até que...

Bem,vamos dar uma pequena volta para chegar no ponto; Mês passado, por volta do dia 20/10/09 tinha uma viagem marcada para Holanda, para participar de um congresso. Estava contente com a viagem, claro, mas Botswana não saia da minha cabeça. Nas primeiras semanas de outubro recebemos o CEO de nosso receptivo na África, um espanhol que vive em Nairobi, Kenya. Num sabado ensolarado em pleno outubro, churrasco no melhor estilo Brasileiro,depois de alguma caipirinhas, "Tony" (o espanhol)desandou a falar de Botswana.

Botswana é assim, é assado e blá, blá,blá. Mais uma vez a tal de Botswana martelava na cabeça e tive que levar em consideração, afinal Tony deve conhecer pelo menos uns 35 a 40 países dos 53 do Continente. Na segunda-feira seguinte advinhem o que fiz ? Cancelei a viagem a Holanda e resolvi empregar o tempo que seria investido no congresso na Holanda em coisa melhor,conhecer o tal de Botswana. Cuidamos das reservas e poucos dias depois estava tudo certo, saíriamos dos país dia 26/10 rumo a África do Sul, Zâmbia,Zimbabwe (esses países deixamos para uma nova oportunidade) e Botswana.

Sobre os detalhes da viagem escreveo depois. Deixo agora com vocês um pequeno texto que escrevi (infelizmente com a limitação de 1600 caractéres) que será públicado na revista viajar pelo mundo www.revistaviajar.com.br na edição de Dezembro;

Botswana

País pouco conhecido pelos Brasileiros guarda uma das áreas mais intocadas de toda a África. Pequeno, com pouco menos de 2 milhões de habitantes (e mais de 120 mil elefantes) traçou uma história de sucesso entre as nações africanas. Após sua independência em 1966, três das minas mais ricas de diamantes do mundo foram encontradas em seu território.

Hoje o país desfruta de grande estabilidade econômica, educação e de um excelente sistema de saúde, contudo, é no seu vasto território, coberto por arbustos, savana e florestas que Botswana guarda sua grande riqueza, a abundante e preservada vida selvagem.

Para quem for a Botswana uma estadia de 3 a 4 dias no Moremi Game Reserve (única área de proteção dentro do delta do Okavango) é obrigatória. Definitivamente este é o destino mais visitado do país. O delta é uma grande área alagada que se espalha por uma imensa planície que vai se perdendo num emaranhado de canais, lagoas e ilhas até ser engolido pelo deserto do Kalahari. Essa área atraí uma grande quantidade de aves e de vida selvagem.

O Chobe National Park é outro lugar a ser visitado. Para os amantes da vida selvagem recomendamos que as noites sejam distribuídas assim; 2 noites na região do Savuti (oeste do parque), área de Savana, concentra grande população de elefantes e antílopes e 02 noites na região de Rivefront (norte do parque), que com seu rio perene concentra grande quantidade de animais.

Uma viagem a Botswana não pode ser completa sem passar pelo deserto do Kalahari, terra do lendário povo San, que apesar de sua aridez é o lugar ideal para observar os grandes predadores como Leopardo e leão e ainda Hyenas, Caracals, Wild Dogs, etc...

Para quem busca uma verdadeira experiência Africana certamente deve considerar uma visita a este país. Resumindo, Botswana é verdadeiramente a África de seus sonhos.

Tsamaya sentle, Nas proxímas postagens darei mais detalhes sobre essa viagem. Abordarei aqui temas sobre outros países como África do Sul, Namíbia, Kenya, Tânzania, Zimbabwe e mais...

Grande abraço a todos.
Danilo Rondinelli
Terra Mundi Viagens
http://www.terramundi.com.br/



video